Fonte natural de água no meio do Bom Fim é ameaçada por construção irregular.

Reportagem de ZH Moinhos sobre a nascente.

Reportagem de ZH Moinhos sobre a nascente.

Uma nascente de água em um terreno da rua Felipe Camarão está ameaçada pela construção de um prédio irregular. A existência da mina de água já foi confirmada pelo DMAE e o Código Florestal é bem claro a respeito: determina a proibição de construções a no mínimo 50m de nascentes. As árvores que ficavam no terreno onde fica a fonte já foram removidas e atualmente existe uma placa de autorização para remoção vegetal emitida pela SMAM – órgão que teve sua credibilidade abalada devido à acusação de venda de licenças ambientais emitidas pela Polícia Federal. Curiosamente a placa de licença da SMAM indica o número errado do imóvel, o que leva os vizinhos a suspeitarem ainda mais de fraude.

Moradores do bairro gostariam de construir uma horta comunitária no local, prática comum em cidades dos E.U.A., mas praticamente inexistentes em Porto Alegre. Desta forma a população da região poderia usufruir do espaço, preservando a nascente e permitindo que toda vizinhança se abastecesse de água natural potável.

Ajude-nos a denunciar este crime. Vamos enviar  e-mails para a Promotoria de Meio Ambiente do Ministério Público ( meioambiente@mp.rs.gov.br ) e para a SMAM ( efan@smam.prefpoa.com.br ) exigindo a preservação de uma das últimas nascentes existentes no perímetro urbano de Porto Alegre. Abaixo, uma sugestão de texto para o e-mail:

“Caro(a) Promotor(a),Solicito urgente investigação e proteção da nascente que encontra-se em terreno a altura do número 200 na rua Felipe Camarão. O Código Florestal é bem claro ao prever área de preservação 50 metros em torno de nascentes. Entretanto a SMAM emitiu licença e árvores foram cortadas em terreno onde se encontra uma nascente para a construção de um edifício residencial.Como morador de Porto Alegre venho manifestar minha indignação e interesse na preservação do poucos recursos naturais que restam na cidade.”

Terreno encontra-se perto do número 200 na Felipe Camarão, mas licença ambiental é para número 503.

Terreno encontra-se perto do número 200 na Felipe Camarão, mas licença ambiental é para número 503.

IMG_1906

Árvores que encontravam-se no terreno já foram cortadas, o que constitui crime ambiental.

Anúncios

2 Comentários on “Fonte natural de água no meio do Bom Fim é ameaçada por construção irregular.”

  1. Beatriz disse:

    Acho que está na hora de dar um basta a estas falcatruas, tudo por $, até placas colocadas em terreno errado para ludibriar a população.
    Sou a favor de hortas comunitárias, afinal este não é um país que se diz de primeiro mundo, está na hora de ensaiar, mas com nossos governantes atuais e a educação zero, acho difícil este Brazil tão cedo não fará parte dos grandes…o que é uma pena, pois nosso povo é maravilhoso ;e de paz, se não fosse já tinha virado a mesa!!!

  2. Vitor disse:

    Bah, acho que isso não vai sair na Zero Hora nem no Correio.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s