Lá vem eles de novo.

ratzinger-por.jpgFoi lançada hoje a Campanha da Fraternidade 2008, cujo tema é: “Fraternidade e Defesa da Vida” e o lema, “Escolhe, pois, a vida”. Quem lê isoladamente a frase “certamente todas as ameaças à vida devem ser combatidas” retirada da carta do Papa Bento XVI ao presidente da CNBB, Dom Geraldo Lyrio Rocha, pode até ter a doce ilusão que o comedor de vitela
se arrependeu e virou vegetariano. Mas os mais céticos (ou realistas) já vão perceber de cara que é mais uma campanha contra as pesquisas com células-tronco, a eutanásia e o aborto.

A ciência já comprovou que um embrião nas primeiras semanas de vida é incapaz de sentir dor. Logo, a única razão pela qual alguém poderia dizer que aborto é errado comendo um bife e usando sapatos de couro seria apelando para a sacralidade da vida humana e aí já partimos para o terreno das crenças religiosas e não mais da ciência e ninguém tem o direito de impor suas crenças religiosas sobre os outros. Muito menos exigir que sejam feitas leis baseadas nessas crenças, afinal, se o Brasil não é um país secular, deveria ser. O mesmo é válido para a eutanásia e células-tronco embrionárias.

Anúncios

7 Comentários on “Lá vem eles de novo.”

  1. Jean disse:

    Se você fosse um cientista dedicado e amante do que faz e das perspectivas que podem aparecer pela frente, você pararia de pesquisar células-tronco ?
    Eu não. Faria como Da Vinci, dissecava tudo escondido.
    É que as multis estadunidenses ainda não tiveram como patentear, mas vocês acham que elas não estão investindo em pesquisas ? Com o seu dinheiro ?

  2. Cely disse:

    Gostei do blog! Ótimos posts o/

  3. Vica disse:

    Bah, nem me fala em Campanha da Fraternidade… anos e anos num colégio de irmãos lassalistas estudando essas campanhas nas aulas de religião… blerghs.

  4. Bia disse:

    Acho que mais de 75% da população mundial deveria ser proibido de procriar. Esterilização em massa já.

  5. Felipe disse:

    Olha, o Brasil É um estado laico de acordo com a constituição, mas quem respeita a constituição?? Teve até um ‘carinha’ que fez uma musica sobre isso nos anos 80… mas ninguém escuta mais, se é que já escutaram… DENTRO da universidade federal do Paraná, por exemplo, tem uma capela onde católicos realizam semanalmente o culto ao seu deus… lamentável, mas é a realidade.

  6. (Vim aqui qd resolvi escrever sobre a tv digital no Br e acho q dv tr voltado uma ou duas vzs depois disso. Hj estou dando uma lida -e comentada- maior. Vi vários assuntos em comum abordados em nossos blogs.)

    Am… Eu acho q embrião eh -ao menos iminentemente- vida. E msm assim sou a favor das pesquisas q a igreja -ah, a igreja…- quer barrar.

    E sabe do q mais? Eu fui visitar Tiradentes e tive a grata surpesa d me dar conta d q ñ sabia mais rezar o “Pai Nosso” (Eu fiz “Primeira Comunhão”!).

    Hah esperança!!!

  7. Você diz “nas primeiras semanas de vida é incapaz de sentir dor”. Bem, é vida. Se é ruim matar um animal para comer (eu estou vegetariano, concordo com o “vegetarianismo” – tive crises até por conta do aquário em meu quarto, pois não deve ser justo manter bichos presos numa caixa de vidro) porque não é ruim matar uma vida humana para fazer pesquisas? Também poderíamos matar animais sem que eles sentissem dor.

    “sejam feitas leis baseadas nessas crenças” eu tomo a liberdade de recomendar a leitura de um livro de um dos maiores ateus que já pude ler: “O capitalismo é moral?” – diz muito sobre a sua frase do início desse parágrafo e acho que você gostaria muito do conhecimento contido lá. É uma palestra que o autor André Comte-Sponville dá que ele transformou em livro.

    Vou pegar alguns filmes que você indica!!! Obrigado!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s